In Android Chibi

Chibis Inspirados em Pokecolo e Pokemini

Oi! Ano passado, passei um bom tempo (e quando eu digo bom, quero dizer quase toda hora) no meu tablet jogando um game chamado Pokecolo (Pocket Colony, versão japonesa) ou Pokemini (Minime, versão em inglês). É muito fofo e divertido! Nele você cria um avatar e tem direito a ter seu próprio planeta (tipo o B612 do Pequeno Príncipe), sua casinha (ou sala/quarto/banheiro/cozinha), suas roupas e acessórios super kawaii, itens para decoração e muita coisa fofa.

Eu amava quando a musiquinha de alerta do vídeo acima (Pokecolo, colo colo) me avisava sobre alguma coisa nova da minha personagem (o que gerou momentos constrangedores desta pessoa que vos escreve dando pulinhos em meio a outras pessoas que chegaram a afirmar que eu estava ficando viciada no game, pode?).

Na primeira imagem, meu planeta estava com o tema Sweet Meowcarons, na segunda eu morava dentro de um pote de doces e na terceira, visitava uma amiga

A versão japonesa era mais difícil de jogar para mim, que não entendo o idioma, mas depois de um tempo jogando o Pokemini, deu para entender mais ou menos. Ela era mais completa e os itens mais kawaii. Olha eu no Pokecolo:


Hoje em dia, ando sem tempo para jogar. Sinto falta do game; lembro que no Pokemini era possível tirar uma foto do seu avatar em 'tempo real', usando a câmera, ele aparecia na tela e era só capturar a imagem, tipo essa que fiz na minha mesinha:


As moedinhas do game (acho que eram donuts), eram difíceis de conseguir nas versões gratuitas; para isso você tinha que cumprir missões, visitar pessoas e ajudá-las em seus planetas, visitar a página que dava estrelinhas e símbolos do zodíaco (importantes para passar de nível), ganhando bônus diário... Tinha que cuidar do seu avatar, deixando ele dormir, tomar banho, cozinhando com ingredientes cultivados em seu planeta e comendo o que cozinhou, fazer as necessidades fisiológicas kkk...
Pokecolo (esquerda) e minha Pokemini
E valia a pena; quando você completa tudo direitinho, ganha dinheiro. O que nos leva às coleções perfeitíssimas, animadas e fofas que apareciam toda semana.
Fazendo minha bonequinha experimentar itens que eu não podia comprar no Pokecolo... #chorei

Outra maneira de ganhar itens difíceis e dinheiro era participando dos eventos nos quais você tinha de deixar seu personagem bonitinho para alguma ocasião especial, tipo dia das bruxas, casamentos, aventuras...
Havia os tickets também que te permitiam jogar de graça nos gachas. No Pokemini era mais fácil de conseguí-los, assim como de ganhar donuts, você ganhava por dia 10, 20, 30... e ia aumentando até o final do mês.
E quando o desenvolvedor lançou no Pokemini um mercadinho para vender itens repetidos ou que você não queria mais, eu me acabei de tanto vender e comprar...
Minha wishlist ficou completa na época que jogava. O castelinho era meu sonho *-*
No Pokemini eu comprava e ganhava mais coisas. Meus vários 'eus' abaixo:

Aí, conforme fui pegando gosto por desenhar, resolvi praticar tentando fazer chibis usando looks do game das coleções que estavam entre minhas favoritas (além daquele castelo do post anterior):





É isso... Bateu saudade de jogar de novo, quem sabe, um dia (quando eu tiver mais tempo) eu volto.

Related Articles

0 comentários:

Postar um comentário

Muito obrigada por seu comentário e por sua presença! Ambos são super importantes para mim.

Apenas peço que:
- Comente a vontade, dê sua opinião, faça críticas, esclareça suas dúvidas e dê suas sugestões sobre o assunto referente às postagens;
- Use um vocabulário livre para todas as idades;
- Não ofenda ninguém em hipótese alguma.

Os comentários são moderados e não são permitidos comentários de pessoas que não se identifiquem. Algumas dúvidas podem ser previamente esclarecidas na F.A.Q, assim como créditos e outras coisas.

Por favor, entrem em contato por meio das redes sociais também para dúvidas, sugestões, pedidos ou outros:
Facebook - Twitter - Google+ - Deviantart